A Torre Negra

A Prova de Que Pesadelos Podem Ser Reais em A Torre Negra

A Torre NegraJake Chambers (Tom Taylor) é um garoto que vive atormentado por pesadelos sobre o Homem de Preto (Matthew McConaughey) após a morte de seu pai.

Ele sonha com outro mundo, um ponto intermediário entre muitas realidades. Um lugar de poeira ardente e criaturas escuras que estão de pé em duas pernas e usam a pele inadequada de homens reais.

Uma terra controlada pela magia, um lugar que apenas mantém a verdadeira escuridão e os seus habitantes horríveis. Ele sonha com uma torre em ruínas, um homem extremamente negro e um cavaleiro com um disparador chamado de Pistoleiro

Todas as manhãs, quando ele acorda, Jake  sente  que deve desenhar as imagens que ele viu e riscar seus sonhos no quadro da cortiça em seu quarto, mesmo que tente entender o que eles querem dizer.

Então sua mãe se preocupa. E ela redobra seus esforços para conseguir alguém, qualquer um para ajudá-la com seu filho adolescente problemático, com seus sonhos preocupantes. O problema é que na realidade, não são sonhos.

A Torre Negra começa de forma promissora à medida que aprendemos sobre os problemas domésticos e escolares de Jake. Pode até parecer que estamos entrando no épico território de épica fantasia adolescente.

O Pistoleiro e o Homem de Preto têm planos para jovens Jake; um reconhece-o como a última esperança para a paz na Terra, enquanto o das trevas,quer amarrar o menino a uma cadeira de dentista grande para usá-lo como combustível para um laser que destruiria a Torre das Trevas.

Por fim, o garoto descobre que seus sonhos não eram reais e encontra-se com o Pistoleiro, chamado Roland ( Idris Elba), numa missão para fazer com o que o mundo como se conhece, não acabe.
Embora o filme seja uma fantasia, o que essencialmente funciona é o vínculo pai-filho entre Jake e Roland. O carisma de Idris Alba e a presença de tela sem esforço, auxilia no roteiro e recupera a trama previsível.

Este filme é baseado na fantasia de terror do lendário Stephen King. E esta cheia de boa linguagem e personagens que ficam marcados na mente dos espectadores. Produzida pela Sony Pictures.

O verdadeiro ponto brilhante é Taylor, um novo recém-chegado que Arcel dirige muito bem . Mas naqueles 90 minutos, você verá uma performance surpreendentemente bizarra de Matthew McConaughey.

Com base na série de livros da The Dark Tower de Stephen King, o filme é sobre a luta eterna entre o bem e o mal. Aqueles que se protegem contra aqueles que destroem. A vida (Roland e Jake) pode vencer a morte (Walter) ou a morte é o último conquistador? As metáforas são elementos que não faltam nesta produção.

Trailer: